A Rede de Intercâmbio de Sementes da região de Itapipoca, a RIS Três Climas, realizou o IX Encontro de Intercâmbio de Sementes na comunidade Salgado do Nicolau, no Trairi, nos dias 19 e 20 de janeiro. O tema escolhido para este ano foi educação contextualizada.  Na opinião das/os participantes é preciso trabalhar a educação contextualizada nas comunidades e Casas de Sementes para preservar a identidade e as raízes comunitárias e manter vivas e multiplicar as sementes animais, vegetais, humanas e culturais.

As Casas de Sementes Comunitárias têm sido espaços fundamentais para o resgate, a preservação e a multiplicação das sementes crioulas. Desde 2006 a Cáritas Diocesana de Itapipoca e as demais organizações do Fórum Cearense pela Vida no Semiárido que atuam no território vem trabalhando pela organização das Casas de Sementes da região e tem contribuído para o fortalecimento da articulação entre as casas. Esse processo teve como resultado a constituição da Rede de Intercâmbio de Sementes – RIS Três Climas. O nome dado a RIS é pelo fato de as Casas de Sementes acompanhadas se localizarem nas regiões de serra, praia e sertão que compõem o território de Itapipoca.

A RIS Três Climas tem o objetivo de dinamizar a troca de sementes e facilitar a troca de experiências e saberes através dos processos de formação, gestão e intercâmbio entre agricultoras e agricultores que a integram. O encontro anual da RIS visa fortalecer e dar visibilidade às experiências locais de Casas de Sementes para multiplicá-las pelo Semiárido.

Por Cláudio Viana, comunicador da Cáritas Diocesana de Itapipoca.

No related posts.