Teve início na manhã desta quarta (01/06) mais uma edição da Feira da Agricultura Familiar e Economia Popular Solidária dos Territórios de Inhamuns e Crateús. A feira consolidou-se como importante espaço de resistência dos povos do sertão diante dos desafios dos períodos de estiagem e da fragilidade de políticas públicas que possibilitem vida digna no campo, além da garantia de comercialização para centenas de produtoras e de produtores do território. Chegando a sua décima segunda edição, a Feira consegue agregar comunidades, organizações e poder público e aproximar campo e cidade em torno da convivência com o Semiárido e da economia popular solidária. Mais do que um espaço de comercialização, a feira se firma como encontro de formação e debate político em defesa do desenvolvimento econômico e social sustentado no bem-viver e pautado na sustentabilidade.

Pela manhã uma mística acolheu participantes de todas as partes do Ceará e de mais 17 estados com a chegada da imagem de Nossa Senhora Aparecida na caravana por todo o país em comemoração aos 60 anos da Cáritas Brasileira. Dois encontros temáticos da Cáritas acontecem dentro da programação: o Encontro Nacional do Semiárido e o Encontro Nacional do Voluntariado. Como organização articuladora da Feira de Crateús desde a sua concepção, a Cáritas Brasileira – através da atuação local da Cáritas Diocesana de Crateús – vem dando prioridade ao momento e colocando-o no calendário nacional, tendo em vista a sua centralidade na ampliação das ações de convivência com o Semiárido. A Cárita de Crateús compõe a coordenação geral de organização da Feira junto com Fetraece e Prefeitura Municipal.

Encontro Nacional do Voluntariado da Cáritas na XII Feira de Crateús. Foto: Eraldo Paulino

A abertura oficial da XII Feira de Inhamuns e Crateús será na noite de quinta (02/06), na Praça Gentil Cardoso, com exposições, vendas e apresentações culturais. Ao longo do dia os feirantes fazem a tradicional assembleia para definição de valores de comercialização dos produtos. Na sexta (03/06), o dia será dedicado às oficinas e aos intercâmbios. As oficinas trabalharão com Arte e Cultura, Reciclagem, Agroecologia, Redes de Comercialização Solidária e Cadastro Ambiental Rural. Já os intercâmbios acontecerão em seis localidades diferentes para que as/os participantes conheçam experiências de educação contextualizada (Independência e Tamboril), bioágua (Quiterianópolis), resistência ao projeto de mineração (Ipaporanga), criação de caprinos (Monsenhor Tabosa) e biodiversidade (Serra das Almas/Crateús)

Os momentos formativos acontecem no campus do IFCE Crateús. A Feira se concentra na Praça Gentil Cardoso, começando às 19h de quinta e encerrando na noite de sexta. As apresentações acontecem somente a noite. A feira funcionará também durante a manhã e a tarde do dia 03/06.

Para acompanhar a cobertura da programação, acesse a fanpage da XII Feira.

No related posts.