A Campanha Água Nossa de Cada Dia, articulada pela Rede Cáritas Ceará, tem agora um portal na internet. O site (aguanossadecadadia.org.br) é uma plataforma pensada para agregar materiais e informações de referência sobre o tema principal, a água, e assuntos diretamente relacionados; sendo também um canal de diálogo para refletir sobre políticas, propor caminhos para a garantia do direito à água e construir novas formas de participação social. “É uma ferramenta para aproximar a sociedade e incentivá-la a pensar sobre essa pauta, que é importante e relevante para todos nós. Não somente para quem vive no Semiárido, que é de onde falamos”, afirma Alessandro Nunes, assessor técnico da Cáritas Regional Ceará e referência para ações de convivência com o Semiárido. O portal também se materializa como um lugar para dar visibilidade às experiências exitosas de acesso à água no campo, como alternativa concreta, sustentável e responsável.

O site conta com seções para acesso a diferentes conteúdos como um clipping de reportagens especiais e matérias que tratam do tema; artigos de colaboradoras e colaboradores; e notícias e entrevistas dos meios de comunicação da Cáritas e de instituições parceiras, assim como da Articulação Semiárido Brasileiro e da sua organização estadual, o Fórum Cearense pela Vida no Semiárido, o qual também compomos. No site também estão os detalhes e propostas da campanha, ações que desenvolvemos, projetos apresentados para o poder público afim de fortalecer a incidência social nas definições políticas e todos os materiais da campanha disponíveis para download gratuito.

Campanha

Água Nossa de Cada Dia foi lançada em 2015 durante momento de maior efervescência do debate público sobre a crise hídrica, não só com o quarto ano de estiagem pelo qual passávamos no Semiárido, como também com a falta de água vivida pela região Sudeste, em especial a cidade de São Paulo, que mobilizou grandes meios de comunicação a pautarem o tema. Avaliando os debates e a necessidade de contribuir com um olhar mais aprofundado sobre as razões da crise, a Rede Cáritas Ceará resolveu criar a campanha com caráter permanente. Para Alessandro “nossa vivência no Semiárido e o longo tempo de debate sobre a condição de seca relacionada ao nosso bioma nos dá hoje embasamento para questionar políticas ineficientes operadas pelos governos e para pensar sobre os objetivos que movem discursos. Com isso também tivemos que encontrar soluções que garantissem a urgência do acesso à água pela população e que pudessem criar condições futuras de preservação do bioma, sem a qual é impossível a soberania alimentar e hídrica dos nossos povos”. O caminho que a campanha defende para que isso seja possível é a conquista de consciências para a agroecologia, que já vem mudando a vida de muita gente no Semiárido.

O site ficará em atualização permanente e se coloca como espaço para receber contribuições. Através do próprio site é possível entrar em contato com a Cáritas e propor inclusão de conteúdo ou outras formas de colaborar com a campanha.

 

No related posts.